Blog

Ebola - Dr Salim Médico de Família

O que é o vírus ebola?

Conheça um pouco mais sobre essa doença, que já matou mais cinco mil pessoas no mundo, segundo a OMS

O ebola é uma grave doença causada por vírus. Ela, muitas vezes, é caracterizada pelo início de febre, dor de cabeça, dor de garganta, dor muscular, vômito, diarreia e fraqueza. Depois, aparecem os sintomas mais graves, que podem levar à morte, como erupção cutânea, interrupção do funcionamento dos órgãos, deficiência renal e sangramento interno e externo. A partir do contágio, pode levar até 21 dias para os sinais do ebola aparecerem e só transmite a doença quem já apresenta os sintomas.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o ebola já matou mais de cinco pessoas no mundo de um número de mais de catorze mil casos desde dezembro de 2013. A epidemia afeta com maior força os países da África, como Guiné, Serra Leoa e Libéria.

A doença passa de uma pessoa para outra por meio de contato direto com sangue contaminado, fluidos corporais, como lágrimas, muco, suor, saliva e vômito, ou indiretamente, pelo contato com ambientes contaminados. É importante ressaltar que o vírus ebola não é transmitido pelo ar.

Seres humanos também podem pegar o vírus por meio do contato próximo com animais infectados, incluindo chimpanzés, gorilas, antílopes e morcegos que se alimentam de frutas. Os morcegos da família Pteropodidae são considerados os hospedeiros naturais da doença.

O diagnóstico do vírus ebola é feito por meio de exames de laboratório, que vão indicar a possibilidade de o paciente estar infectado a partir da baixa de glóbulos brancos e de plaquetas e aumento das enzimas hepáticas. O teste definitivo para diagnosticar a doença é chamado PCR.

Não há medicamentos ou terapias específicas contra o ebola já aprovadas. Os pacientes recebem cuidados gerais para aliviar sintomas, como medicamento contra febre, hidratação e alimentação contínua. A mortalidade varia de 50 a 90%, dependendo do subtipo do vírus e do atendimento recebido.

 

Saiba Mais
8 Alimentos que TODA Criança precisa Comer - Dr Salim

8 alimentos que toda criança precisa comer

Saiba o que não pode faltar na mesa dos seus filhos, para que eles tenham um desenvolvimento saudável

A alimentação das crianças precisa ser suficiente para suprir as necessidades, de acordo com sua faixa etária. Sabemos que nesse período é difícil fazer com que elas comam corretamente, mas é importante criar uma rotina e ter sempre alimentos saudáveis a disposição delas.

Veja os oitos alimentos que não podem faltar na sua casa:

  1. Carnes: podem ser vermelhas, frango ou peixe. Procure alternar os tipos no almoço e no jantar. Entre os alimentos com alto teor de ferro e zinco estão as carnes vermelhas, o fígado, os rins. E tente consumi-los com um suco de laranja, por exemplo, que é rico em vitamina C, e vai ajudar o organismo na absorção do ferro;
  1. Cereais: esses alimentos oferecem carboidratos complexos e são importantes fontes de energia. Entre eles estão o arroz e a aveia;
  1. Feijão: uma importante fonte de ferro para o seu filho;
  1. Frutas: procure oferecer bastante frutas para as crianças, procura deixa-las à vista em cima da mesa e incentive a participação dos pequenos na escolha das frutas, levando-os ao supermercados e às feiras;
  1. Vegetais amarelo-alaranjados: eles são ricos em vitamina A, que atua na prevenção da cegueira noturna, além de ser necessária para o crescimento e desenvolvimento celular das crianças. Entre eles estão a cenoura e a abóbora;
  1. Vegetais verde-escuros: espinafre, brócolis, couve, agrião são importantes fontes de vitamina A, C, ácido fólico e potássio;
  1. Hortaliças cruas: costumam ser chamadas de salada. Procure picar bem as folhas verdes, assim as crianças vão comer, sem reparar muito;
  1. Suco de frutas natural: evite dar refrigerante aos seus filhos, opte sempre por um suco natural, que é mais saudável e trará mais benefícios para a saúde das crianças.

Elas até podem comer doces, chocolates, tudo o que mais adoram. Mas, sempre com moderação, porque o excesso pode trazer problemas de saúde, inclusive a obesidade infantil.

É essencial ressaltar que uma alimentação balanceada é a base para um desenvolvimento saudável. Por isso, não deixe de oferecer alimentos ricos em nutrientes que fazem bem para o corpo do seu filho.

Porém, também sabemos que cada criança pode ter alguma dificuldade ou necessidade especial, portanto, é importante levá-la ao pediatra, que poderá te orientar melhor.

Saiba Mais
Dr Salim Médico de Família - Opinião

Lei de Diretrizes Orçamentárias

A presidenta Dilma Rousseff tem dito desde que venceu o processo eleitoral que vai trabalhar para recuperar a confianças dos agentes econômicos, pois bem, pelas ações tomadas nos últimos dias issso parece não passar de conversa fiada.
 
Agora ela está defendendo um projeto para lá de estapafúrdio que elimina qualquer meta fiscal. Ela tem dito que a déficit fiscal em praticamente todos países desenvolvidos ou em cescimento do mundo, que é uma verdade relativa, afinal não devemos comparar goiaba com goiabada…
 
O problema brasileiro está no descontrole absoluto das contas e na falta de previsibilidade. Afinal, não foi o próprio governo, depois de estudos e mais estudos, que estabeleceu a Lei de Diretrizes Orçamentárias?
 
A meta fiscal é a garantia de que o país não gastará ‘muito’ mais do que pode, de que terá responsabillidade com as contas públicas, de que não vai ir efetivamente par ao buraco.
 
Dilma Rousseff ganhou a eleição prometendo austeridade e crescimento, pois bem, a austeridade parece já estar indo para o buraco. Só espero que ao menos a parte do crescimento venha, mas até agora os indicadores econômicos não demonstram isso.
 
Para completar, nem bem ganhou a eleição ministro começaram a entegar os cargos, algo importante em se pensando na próxima gestão, porém alguns, como Marta Suplicy, saíram atacando a política econômica. Isso é preocupante e principalmente pouco republicano, afinal se ela sabia que tudo ia mal porque não falou antes da eleição, avisando seus eleitores inclusive.
 
Infelizmente isso não aconteceu e agora, com Dilma reeleita, Marta Suplicy que é do PT como a presidenta, faz essa critica fora de hora.
 
Amigos, todas as sextas-feiras vou me permitir falar de assuntos não médicos, expondo um pouco do meu pensamento sobre economia, política, esportes, artes, enfim, tudo que me interessa como cidadão brasileiro.
Saiba Mais