Diferenças entre faringite, laringite e amigdalite

O que são

Faringite, laringite e amigdalite são processos inflamatórios que estão em três diferentes setores muito próximos entre si.

Diferenças

Faringite: a faringe se localiza atrás do nariz da cavidade nasal até a boca. Toda a região posterior da nossa orofaringe (oro: boca, faringe: toda essa região). Quando se tem uma inflamação nessas regiões, se tem uma faringite.

Amígdalas: são duas estruturas que ficam abaixo da faringe, na parte mais profunda da cavidade oral. Se você abrir a boca olhando no espelho, você as encontra. Quem não foi operado, ainda possui as amígdalas. A inflamação das amígdalas é a amigdalite.

Mais abaixo, próximo às cordas vocais, se encontra a região da laringe.

Quando esses órgãos estão acometidos em um processo inflamatório que pode ser de diversas origens, viral, bacteriana ou alérgica, você tem a faringite, amigdalite ou a laringite.

O que é mais grave? Nenhumas das três são mais ou menos graves. É necessário saber qual o motivo desse processo inflamatório e tratar de maneira adequada.

Vale a pena lembrar que antibiótico trata infecção bacteriana. Não trata faringite, amidalite, laringite viral ou a alérgica. Não se usa antibiótico. Quando a pessoa fica afônica, principalmente em caso de laringite, ou com alguma dor de garganta e nariz entupido, já quer tomar antibiótico para curar rápido.

Tem que se definir o tipo de laringite, amigdalite e faringite para saber o tratamento adequado.

Nenhum é mais ou menos grave, o que é grave é tratar as pessoas de maneira inadequada, principalmente com a automedicação e quanto o antibiótico não é necessário.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MANDE UMA MENSAGEM