Esteatose hepática: causas e tratamento

Esteatose é a deposição de gordura, e hepática é a deposição de gordura no fígado.

Normalmente, o diagnóstico é realizado pelo ultrassom de abdômen e o resultado é sinais de esteatose hepática ou sinais de deposição de gordura no fígado. Porém, existem vários causas de deposição de gordura.

Causas de esteatose hepática

Existe várias causas, algumas delas são:

  • Sobrepeso;
  • Dislipidemia (colesterol e triglicérides elevados);
  • Excesso de bebida alcoólica;
  • Hepatite A, B ou C.

Quando tratar a esteatose hepática?

Como podemos observar, existem diversas causas, porém, todos que tiverem um pouco de gordura precisam ficar desesperado? A resposta é certa, não! Mas, você sabe por quê?

Quando existe uma deposição de gordura no fígado que cause problemas, como a esteatohepatite (inflamação do fígado por gordura), o paciente passa a ter alterações nas enzimas hepáticas (TGO e TGP), alterações radiológicas no fígado, e outros problemas que mostram que aquela deposição está trazendo doença para o fígado. Após esse diagnóstico, o paciente necessita de um acompanhamento médico adequado.

Contudo, o paciente que tiver sobrepeso, que bebe além do normal, ou que está com uma hepatite viral, certamente terá gordura no fígado.

A esteatose hepática abre um leque de causas que não preocupam até àquelas que podem levar a uma insuficiência hepática no futuro, como a cirrose.

Resumo: quem tem no exame “esteatose hepática” deve procurar um médico porque o diagnóstico é mais amplo. Mas, na maioria das vezes, a solução é uma dieta adequada pobre em gordura e parar de ingerir bebidas alcoólicas.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OU MANDE UMA MENSAGEM