Fissura anal

Quais são as causas?

As fissuras anais são extremamente comuns em crianças, mas podem ocorrer em qualquer idade. A maioria das fissuras se cura espontaneamente, sem tratamento. Contudo, algumas necessitam de tratamento médico.

A incidência das fissuras anais diminui rapidamente com a idade. Nos adultos, as fissuras podem ser causadas por constipação, especialmente devido à passagem de fezes grandes e endurecidas, ou em casos de diarreia prolongada. As fissuras também são frequentes em mulheres após o trabalho de parto, e em pacientes com doença de Crohn.

Quais são os sintomas?

Entre os sintomas e queixas mais frequentes, destacam-se: dor na região anal à evacuação, presença de sangue na superfície das fezes ou no papel higiênico, e obstipação intestinal crônica.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito pela história clínica do paciente e pelo exame da região anal. No exame, evidencia-se a presença de uma laceração na pele ao redor do ânus, geralmente na linha média, quando o ânus é ligeiramente entreaberto. Quase sempre podemos verificar uma pele, chamada plicoma, que orienta para o diagnóstico de fissura anal.

Como se previne?

Nas crianças, a melhor maneira de se prevenir é trocando frequentemente as fraldas. Nos adultos, o tratamento inclui alterações de higiene e de dieta. Recomenda-se manter a região anal sempre seca e a limpeza do ânus após a evacuação, de preferência com “chuveirinho” ou similar. A dieta deve conter maior quantidade de fibras e cereais como farelo de trigo e aveia. A ingestão de água também é importante, a fim de tornar as fezes mais macias.

Qual é o tratamento?

O tratamento inclui as medidas preventivas já citadas, além da utilização de fibras solúveis misturadas à dieta. Em casos agudos, devem ser utilizadas pomadas anestésicas e anti-inflamatórias, além de banhos de assento.

Quando o tratamento clínico não é efetivo, o tratamento cirúrgico é recomendado. Trata-se de um procedimento simples, e com ótimos resultados. Em alguns casos, pode ser utilizada também a injeção de toxina na musculatura ao redor do ânus.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MANDE UMA MENSAGEM