BLOG

Ovo: benéfico ou vilão?

Há quem diga que o ovo faz mal para saúde e também quem defenda que ele é um alimento nutritivo e deve fazer parte do cardápio de todas as pessoas. Mas entre tantas opiniões diversas, será que o ovo é um vilão para o nosso organismo ou traz benefícios para ele?Neste artigo vamos falar um pouco a respeito desse alimento que é tão presente na mesa dos brasileiros e explicaremos quais são as propriedades que ele possui. Continue lendo para saber, afinal, se você deve ou não continuar consumindo ovos.

As propriedades do ovo

O ovo é um alimento que pode ser consumido de diversas formas, inclusive, há quem o prefira cru, apesar de essa não ser uma forma de consumo muito recomendada em função da possibilidade de contaminação por microrganismos.Atualmente o ovo tem sido consumido por pessoas que fazem dietas ou praticam musculação. Isso porque ele é uma fonte de proteína que ajuda na manutenção da musculatura, mas não é só isso. Ele também promove sensação de saciedade e tem um baixo valor calórico.Veja a seguir algumas das propriedades benéficas do ovo, independentemente de qual tipo ele seja.

Proteínas

Ao consumir um novo inteiro você estará oferecendo ao seu corpo quase 8% das necessidades diárias de proteínas, por isso, ele é uma excelente fonte desse nutriente. Elas são mais completas porque contêm diversos aminoácidos e nas quantidades adequadas para o ser humano. Além disso, são quase 100% absorvidas pelo organismo.

Calorias

Um ovo tem aproximadamente 70 calorias e a maior parte delas se encontra na gema. Por isso, as pessoas que preferem comer somente a clara absorvem menos desse nutriente. Mas vale lembrar que as calorias também são necessárias para o nosso organismo e fazem bem quando consumidas na quantidade certa.

Gorduras

Principalmente por causa desse nutriente é que o ovo ganhou fama de vilão. Ele contém gorduras diversas, tanto aquelas que podem elevar o colesterol ruim como as que aumentam os níveis do colesterol bom.Ainda não existe comprovação de que ele de fato possa causar a alta do colesterol no sangue e causar problemas de saúde. De toda forma, cerca de 28% das suas gorduras são aquelas que não fazem bem, por isso, o ideal é consumi-lo preferencialmente de uma forma mais saudável, como cozido, para não aumentar a quantidade de gorduras ruins.

Nutrientes

Além das proteínas e da energia presente no ovo ele também contém:

  • carboidratos;
  • sódio;
  • fibras;
  • vitaminas A, D e E;
  • vitaminas do complexo B;
  • cálcio;
  • ferro;
  • ômega 3;
  • fósforo;
  • selênio;
  • iodo;
  • cálcio
  • zinco
  • cobre;
  • potássio;
  • manganês;
  • magnésio.

Ou seja, é um alimento muito completo que fornece diversos tipos de substâncias essenciais para o organismo humano.

Dieta com ovos

Como dito, o ovo é muito popular entre as pessoas que desejam emagrecer e aqueles que praticam exercícios físicos. Isso porque ele ajuda no processo de emagrecimento já que mantém a sociedade por um tempo maior e fornece diversos tipos de vitaminas diferentes.Por suas proteínas serem muito bem aproveitadas pelo organismo ele também ajuda no ganho de massa magra e na manutenção dela. Sendo assim, há quem faça a dieta baseada principalmente no consumo de ovos, mas essa prática deve ser feita com cautela.Afinal, o ovo também contém gorduras que não fazem bem, portanto, seu consumo exagerado pode causar desequilíbrios no organismo. O ideal é que para fazer uma dieta especificamente com ovos haja o acompanhamento de um nutricionista, para que a quantidade seja adequada de acordo com a intensidade dos exercícios praticados e a necessidade orgânica de cada pessoa.De toda forma, você não precisa deixar de comer ovos porque eles não fazem mal para a saúde e não são os vilões como muitos acreditam. Apenas prefira o seu consumo cozido, ou preparado de formas mais saudáveis, para que não seja aumentada a quantidade de gorduras ruins.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OU MANDE UMA MENSAGEM

agsdi-whatsapp