BLOG

Trombose venosa profunda: causas, sintomas e tratamento

O que é?

Trombose venosa profunda significa coagulação do sangue no interior das veias profundas da perna.

 

O que é flebite ou tromboflebite?

Flebite ou tromboflebite são outros nomes que se dão à trombose venosa, porque sempre que o sangue coagula no interior das veias, existe associadamente, uma inflamação da parede desses vasos.

 

Por que o sangue coagula dentro das veias?

Existem 3 fatores que contribuem para a trombose venosa, a saber:

A imobilidade dos membros inferiores (por exemplo: doentes acamados por qualquer motivo).

Alterações do sangue que favoreçam sua coagulação dentro das veias, que chamamos de “estado de hipercoagulabilidade” (por exemplo: doenças do sangue em que há aumento de glóbulos brancos ou vermelhos, usuárias de anticoncepcionais, portadores de câncer ou pessoas com infecção graves no organismo).

Alterações na parede das veias (por exemplo: infecção, ferimentos provocados por fraturas ósseas, contusões ou durante operações).

Em geral, é preciso que pelo menos 2 fatores estejam presentes para ocorrer a trombose venosa.

 

Em que condições a trombose venosa ocorre com mais frequência?

Os chamados fatores de risco para a trombose incluem idade avançada, varizes, imobilidade prolongada, cirurgias (particularmente as ortopédicas), fraturas ósseas, gravidez e puerpério, câncer e anticoncepcionais. 

 

O que sente o paciente com trombose venosa profunda?

Na maioria das vezes, ele refere dor e observa que o membro afetado incha e a pele com a coloração azulada, mais quente e com veias mais visíveis. No entanto, em algumas ocasiões, o paciente somente se queixa do inchaço na perna, sem referir dor, o que ocorre quando há pouca inflamação acompanhando a formação do trombo.

Veja também: O que é inchaço?

 

Como se faz o diagnóstico da trombose venosa profunda?

Com base na anamnese e no exame físico, o médico terá condições de fazer o diagnóstico de trombose venosa. Quando achar necessário, poderá solicitar exames de imagem para confirmar a suspeita. O principal exame de imagem atualmente empregado com essa finalidade é o ecocolor-Doppler, método que emprega o ultrassom associado ao Doppler.

 

Quais são as complicações da trombose venosa profunda?

De imediato, na fase aguda, a complicação mais temida é a embolia pulmonar, que resulta da fragmentação do trombo na veia da perna. O trombo se solta e se desloca pela circulação indo se alojar nos pulmões, pondo em risco a vida do paciente.

Tardiamente, ou seja, anos após a trombose, podem surgir alterações na perna afetada que constituem a chamada sequela de trombose venosa profunda.

 

Como se pode prevenir a trombose venosa?

A prevenção da trombose venosa profunda pode ser feita por métodos físicos ou medicamentosos que devem ser empregados em pacientes que correm risco de ter trombose venosa. Os métodos físicos consistem em mobilização precoce do paciente, uso de meias elásticas e de botas de compressão pneumática intermitente. Os medicamentos utilizados na prevenção da trombose venosa são os que diminuem a coagulação do sangue, os chamados anticoagulantes, e que só devem ser empregados com orientação médica.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OU MANDE UMA MENSAGEM

agsdi-whatsapp