Cuidado com a leptospirose!

No verão, época em que ocorrem muitas chuvas, é importante tomar algumas medidas de prevenção à doença, que pode causar diversos problemas de saúde.

A leptospirose é uma doença causada por uma bactéria do gênero Lesptospira, transmitida por várias espécies de animais: roedores, caninos, suínos, bovinos e outros.Pode ser detectada em locais de criação de animais, como estábulos, cocheiras, canis e pocilgas, e em tubulações de esgoto doméstico ou de outras instalações. A leptospira é eliminada pela urina de animais infectados, contaminando o ambiente e todo o material a que eles tiverem acesso.No nosso meio, o rato é o principal transmissor. Ele elimina a bactéria através da urina, contaminando córregos, esgotos e bueiros. Em locais onde ocorrem inundações, por ocasião de chuvas, a água de enchentes é uma das principais fontes de contaminação e mesmo após as enchentes, com vazão das águas, persiste o sedimento formado por lama e outros resíduos contaminados pela bactéria, o que favorece sua permanência no ambiente por longos períodos de tempo.Pessoas e animais se infectam em decorrência de atividades ou circunstâncias, como: entrar em contato com as águas poluídas pela urina dos roedores ou pela urina de outros animais contaminados, nadar ou procurar drenar as águas de enchentes e manter o contato prolongado com os resíduos espalhados nos ambientes.O período de incubação é de 24 horas a 30 dias, sendo em média de 7 a 14 dias. A doença pode ser assintomática, subclínica, com sintomatologia semelhante à gripe (febre, dor de cabeça e muscular) ou quadro clínico grave com dor na panturrilha, coxa, abdômen, tórax, tosse seca, manchas avermelhadas na pele, sinais de meningite, amarelamento da pele e mucosas, falência dos rins, sangramento e queda de pressão.As principais medidas de controle da leptospirose são:- Proteção á população: alertá-la nos períodos que antecedem as chuvas, para que evite entrar em áreas alagadas sem as medidas de proteção individual;- Controle dos roedores e melhoria das condições higiênicas e sanitárias da população, proteção e desinfecção de áreas humanas de moradia, trabalho e lazer;- Manter a higiene dos canis e de locais de criação de animais e retirar as sobras alimentares antes do anoitecer, pois servem de atrativos a roedores;- Imunização dos animais domésticos, bem como a segregação e o tratamento dos que estejam infectados e/ou doentes.

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MANDE UMA MENSAGEM