Você tem enxaqueca?

Saiba quais são os sintomas e tratamentos desse tipo de dor de cabeça que pode ocorrer em qualquer idade

A enxaqueca é um dos tipos de dor de cabeça ou cefaleia primária. Tipicamente é uma dor de cabeça pulsátil ou latejante que acomete um dos lados da cabeça. Em geral, piora com atividade física. A luz e o barulho trazem grande incômodo e ela pode vir acompanhada de náusea e vômito e, na maioria dos casos, tem uma intensidade tal, que atrapalha as atividades diárias.Precisam ser investigados aqueles pacientes que começaram recentemente a ter enxaqueca, ou aqueles nos quais a enxaqueca já ocorre há mais tempo, porém sempre do mesmo lado, os pacientes que não respondem aos tratamentos habituais e aqueles nos quais a enxaqueca vem acompanhada de outros sintomas que não ocorriam anteriormente.Está comprovado na literatura médica que uma vida equilibrada melhora muito o número de crises de enxaqueca. É bastante comum escutar que as crises ficaram mais frequentes e mais intensas porque as pessoas mudaram seus hábitos de vida, ou por pressões no trabalho de maneira a dormirem menos, dormirem mais tarde ou acordarem mais cedo, perderem alimentação na hora do almoço ou pararem de fazer exercício físico.Está bem estabelecido que uma boa hidratação, uma alimentação regular (no mínimo de três em três horas), praticar exercícios físicos três vezes por semana, ter sono regular, isto é, procurar dormir mais ou menos na mesma hora todas as noites, e acordar mais ou menos na mesma hora pela manhã (essa regra pode ser quebrada uma vez por semana) são condições que podem evitar as crises de enxaqueca.Evitar os fatores precipitantes também é uma maneira de evitar. Muitos pacientes com enxaqueca referem desencadeamento de crises com bebidas alcóolicas, certos tipos de queijo, embutidos, salgadinhos, chocolates, excessos de café e odor de perfumes. No último caso, uma dica simples é, por exemplo, chupar balas de hortelã ou menta em reuniões sociais.Não há cura para a enxaqueca, mas existem várias modalidades de tratamento que diminuem o número de crises. Vários tipos de remédios podem ser utilizados, desde os mais naturais até remédios antidepressivos e antiepiléticos.Há medidas também caseiras para tratar a enxaqueca: o uso regular de chá de camomila, 1 xícara de manhã e outra à noite, por algumas semanas, diminui o número de crises. Durante as dores, o uso de saco de gelo ou rodelas de batata, aplicadas no local, pode melhorar a dor de cabeça.Os medicamentos indicados para enxaqueca são vários e sua eficiência é variável de pessoa para pessoa. Assim, desde analgésicos comuns a medicamentos mais específicos podem ser necessários. É importante procurar um médico, que poderá indicar o melhor tratamento. 

dr salim assinaturafaixa assinatura Dr SalimDr. Salim

CRM-SP 43163

É conhecido também como médico da família. Formado em 1981, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, concluindo residência dois anos depois, em 1983. Desde então, atua como clínico geral no Hospital Sírio Libanês, além de atender também em sua clínica privada.

faixa assinatura Dr Salim

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MANDE UMA MENSAGEM